segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Eu sei demais, que tá demais...

Já te fiz muita canção, são quatro, ou cinco, ou seis, ou mais... Eu sei demais, que tá demais. Eu chego com um violão, você só tá querendo paz, você desvia pra cozinha e eu vou cantando atrás... Hoje eu falei, pra mim, jurei até, que essa não seria pra você... E agora é... Hoje eu falei, pra mim, jurei até, que essa não seria pra você... Se juntar cada verso meu e comparar, vai dar pra ver, tem mais você que nota dó. Eu vou ter que me controlar, se um dia eu quero enriquecer, quem vai comprar esse cd sobre uma pessoa só? Hoje eu falei, pra mim, jurei até, que essa não seria pra você... E agora é...  Hoje eu falei, pra mim, jurei até, que essa não seria pra você... E agora é.




Tem mais você do que eu, tem mais você que qualquer coisa em mim e na minha vida. E isso eu sei demais, que tá demais. E errado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário